domingo, 1 de julho de 2012

EXPOSIÇÃO A SUBSTÂNCIAS POTENCIALMENTE PREJUDICIAIS À SAÚDE OU PERIGOSAS

video


As substâncias prejudiciais geralmente são ignoradas porque seus efeitos não são observados imediatamente. Se a exposição for súbita e acidental ou constante, o resultado será sempre o mesmo – dor, sofrimento, custos, perda do trabalho, etc. Examinemos alguns dos fundamentos deste problema.
COMO AS SUBSTÂNCIAS PREJUDICIAIS PENETRAM EM NOSSO CORPO?
Comendo ou bebendo delas – não de propósito, é claro.
Geralmente isto ocorre quando comemos uma comida que tenha sido manuseada com as mãos sujas. Por absorção através da pele. Certos produtos químicos podem entrar na corrente sangüínea através da pele.
Pela respiração. Gases, fumaça, vapores, poeira podem causar problemas res-piratórios.
QUAIS SÃO AS TRÊS FORMAS BÁSICAS DAS SUBSTÂNCIAS PREJUDICIAIS? 
Sólida – como a cal, cimento, fibras de vidro, asbesto e chumbo.
Líquida – incluindo a gasolina, álcool, ácidos, conservantes, solventes e soluções de limpeza.
Gasosa – muitos líquidos também for-mam vapores que podem ser prejudiciais, quando inalados.
O QUE PODEMOS FAZER PARA EVITAR EXPOSIÇÃO A SUBSTÂNCIAS PREJUDICIAIS? 
- Lave as áreas empoeiradas, incluindo as entradas de serviço, áreas de demolição e de trabalho com areia e cascalho. Certifique-se de que haja boa ventilação ou ventiladores de exaustão no lugar onde está sendo feito trabalho de soldagem ou quando motores a gasolina estiverem ligados. Evite contato da pele com concreto úmido. Use boas botas de borracha e luvas quando lançar concreto ou fizer acabamento.
- Proteja-se ao máximo possível contra fumaça tóxica e poeira.
Se você não puder cobrir a face completamente, use um creme protetor na área exposta.
- Use um respirador quando necessário. Use um que seja adequado para suas necessidades.
- Todo e qualquer produto químico usado numa empresa deve ter a sua FISPQ (Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos).
Segundo as normas da ABNT a ficha de informações de segurança de produtos químicos (FISPQ) fornece informações sobre vários aspectos de produtos químicos (substâncias ou misturas) quanto à proteção, à segurança, à saúde e ao meio ambiente. 
FISPQ fornece, para esses aspectos, conhecimentos básicos sobre os produtos químicos, recomendações sobre medidas de proteção e ações em situação de emergência. Em alguns países, essa ficha é chamada safety data sheet (SDS). A FISPQ também pode ser conhecida como Ficha de/com Dados de Segurança (FDS). 
A FISPQ é um meio do fornecedor transferir informações essenciais sobre os perigos de um produto químico (incluindo informações sobre o transporte, manuseio,  armazenagem e ações de emergência) ao usuário deste, possibilitando a ele tomar as medidas necessárias relativas à segurança, saúde e meio ambiente. 
A FISPQ também pode ser usada para transferir essas informações para trabalhadores, empregadores, profissionais da saúde e segurança, pessoal de emergência, agências  governamentais, assim como membros da comunidade, instituições, serviços e outras partes envolvidas com o produto químico.
Lembre-se: Todo e qualquer uso de produto químico a ser comprado e usado no ambiente de trabalho deve ter a sua FISPQ e, caso a empresa possua SESMT, esta FISPQ deve ter fornecida ao SESMT o qual inclusive deverá avaliar e dar o parecer se o produto a ser utilizado pode ser usado, se é necessário o uso EPI´s e o tipo de EPI´s adequado para o manuseio deste produto químico.
Portanto, muito cuidado inclusive com produtos que porventura funcionários da empresa tragam por conta própria e venham a solicitar que sejam usados (produtos aromatizantes, de limpeza, etc.), produtos estes os quais podem ser de fabricação caseira ou artesanal, não possuir FISPQ e causar graves problemas (deste reações alérgicas até morte) em pessoas que porventura entrem em contado com ele.
Atenção: Numa empresa os(as) funcionários(as) responsáveis pela limpeza estão autorizados apenas a utilizarem os produtos fornecidos pela empresa e que possuem a sua respectiva FISPQ. 

Fonte: Rede SESMT

Nenhum comentário:

Postar um comentário