terça-feira, 14 de agosto de 2012

ERGONOMIA, AS CONDIÇÕES E O RITMO DE TRABALHO...

video



Ergonomia é um conjunto de ciências e tecnologias que procura a adaptação confortável e produtiva entre o ser humano e seu trabalho, basicamente procurando adaptar as condições de trabalho às características do ser humano.
As Lesões por Esforços Repetitivos (LER), denominadas atualmente como Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT), se constituem num dos mais sérios problemas de saúde pública da economia mundial. Sua ocorrência hoje, tanto no Brasil como em diversos países é preocupante. As LER/DORTs acometem uma quantidade crescente de trabalhadores. Há empresas no Brasil com índices de afastamento do trabalho acima de 10% da sua população, provocando profundo sofrimento, perda da capacidade produtiva e comprometimento da vida social e familiar.
Cuidados necessários para o levantamento de pesos:
a)  Levante o peso de maneira correta.
b)  Agache o mais perto possível do mesmo.
c)  Mantenha suas costas ereta com a espinha (coluna vertebral) reta e na vertical, firme os músculos abdominais e faça suas pernas receberem a maior parte do peso a ser erguido. Os braços devem estar o mais próximo possível do corpo.
d)  Respire fundo e prenda o ar nos pulmões durante o levantamento. Levante o objeto pouco a pouco, esticando as pernas.
e)  O esforço para levantar um peso é na coluna vertebral.
f)   Lembre-se de que o homem não é guindaste. Peça auxílio ao transportar ou manusear material pesado.
g)  É importante transportar materiais compridos, quando em equipe, sempre no mesmo ombro para evitar descompasso.
h)  Ao transportar materiais de grande extensão, cuidado para não atingir outros empregados que se desloquem em sentido contrário.
i)    Cuidado ao manusear peças com rebarbas.
j)    Use sempre luvas no transporte e manuseio desse tipo de peças.
k)  Suas mãos não são alavancas.
l)    Não permaneça embaixo das cargas suspensas.
m)  Inspecione sempre materiais, equipamentos e utensílios de transportes.
n)  Use sempre cabos de aço, estropos e cintas em boas condições de utilização.
o)  Antes de içar da peça, o pessoal de transporte deve inspecionar toda a amarração da carga para evitar imprevistos.
p)  Use sempre pedaços de madeira, borracha, quebra quina, etc. para evitar contato dos cabos de aço, estropos e cintas com cantos / arestas vivas. Se possível, amarre os calços de madeira.
q)  Certifique-se de que o gancho do guindaste não está excessivamente aberto e sem a trava de segurança.
Cuidados no uso de empilhadeiras:
1-Não freie bruscamente, principalmente quando estiver com carga.
2-Quando o veículo estiver carregado, não dirija na velocidade máxima.
3-Ao dirigir a máquina carregada deixe o centro de gravidade baixo, afim de, manter a estabilidade do veículo. “Os garfos deverão ficar uns 20 cm acima do solo”.
4-Nunca leve a carga ou arranque o veículo com o mastro inclinado para  frente.
5-Não incline o mastro para frente com a carga elevada.
6-Não corra de forma nenhuma.
7-Antes de atravessar uma rua ou fazer uma curva diminua a marcha, buzine e entre calmamente.
8-Mantenha o terreno por onde a empilhadeira deverá passar sempre limpo e sem obstáculos.
9-Evite travagens bruscas.
10-Tome bastante cuidado ao dirigir sem carga, já que o risco de capotar é muito maior.
11-Não se desloque em rampas acentuadas, e quando necessário, a carga deverá estar do lado mais alto.
12-Ao carregar cargas equilibradas entre si, você deve se assegurar de deixá-las numa posição estável.
13-Verifique sempre se que a carga está equilibrada uniformemente. A falta de cumprimento deste detalhe pode deformar o veículo ou mesmo causar uma capotagem.
14-Evite sempre sobrecargas.
Cuidados no trabalho realizado em pé:
       Altura do plano de trabalho adequada.
        Comandos, materiais e equipamentos devem estar ao alcance do trabalhador.
        Espaço suficiente para os pés.
        Evitar curvar as costas.
        Não deve usar-se roupa apertada.
       Costas direitas e ombros relaxados.
        Corpo próximo da bancada e peso distribuído pelas duas pernas.
        Mãos próximas do corpo, numa posição natural.
       Comandos, interruptores e alavancas devem estar num nível mais baixo do que os ombros.
        Usar calçado adequado.
Cuidados no trabalho realizado sentado:
       Plano de trabalho deve estar ao nível dos cotovelos.
        Corpo próximo da mesa.
        Costas erectas e ombros relaxados.
        No trabalho de precisão deve existir apoio para mão e\ou antebraço.
        Mesa de arestas baleadas e tampo baço.
       Altura da cadeira deve ser ajustável e a planta dos pés deve ficar apoiada no chão com apoio de pés.
        Espaço suficiente para as pernas, permitindo mudanças de posição.
        O trabalho deve ser variado.
        Deve fazer-se mini-pausas em vez de pausas longas.
       Em caso de uso do computador, a posição do monitor deve estar entre 50 a 70 cm de distância dos olhos e o ângulo de visão para a tela do monitor deve ser de 10 a 20º. O topo do monitor deve estar na altura dos olhos ou ligeiramente abaixo dos olhos.
       Os documentos utilizados devem estar perto do computador (em pranchetas)

FONTE: Rede SESMT