segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

DDS-INCIDENTE E ACIDENTE DE TRABALHO

O QUE É UM INCIDENTE DE TRABALHO?
É quase um acidente de trabalho. É uma ocorrência imprevista e indesejada que pode gerar dano pessoal, material, ambiental e comprometimento da continuidade operacional, ou seja, é uma ocorrência que pode gerar o acidente de trabalho.
Cada trabalhador ou contratado, é responsável por zelar pela sua integridade física e de seus colegas, cabendo a si as ações necessárias para a prevenção de qualquer tipo de perda no âmbito das suas atividades profissionais e a comunicação dos incidentes ocorridos em sua área de atuação.
Ações Corretivas: Devem ser tomadas ações imediatas para a eliminação ou controle dos riscos potenciais. Após a análise devem ser providenciadas as ações corretivas de caráter permanente. As ações corretivas geradas pelos incidentes devem ter sua execução priorizadas.

O QUE É UM ACIDENTE DE TRABALHO?

É um acontecimento indesejável tanto para a Empresa como para o colaborador. Um acidente de trabalho pode trazer uma série de transtornos para o acidentado e muito sofrimentos para seus familiares. 
Normalmente as conseqüências do acidente de trabalho afetam: 
1 -    O colaborador e seus familiares
O colaborador acidentado, poderá morrer, na maioria das vezes deixando sua família desamparada, o que trará mudanças radicais na vida de seus familiares. Pode ficar mutilado, sentir dores, etc... Conseqüentemente sua família sofrerá também.
2-      O empregador
- Perde certa mão-de-obra que em muitos casos é de difícil substituição;
- Perde tempo com a possível paralisação de tarefas ou máquinas;
- Terá comprometimento com o ritmo de produção;
- Receberá imagem negativa junto à sociedade e aos órgãos Governamentais.
Lembre-se: o acidente é comprovadamente um péssimo negócio para o colaborador, para sua família e também para  a empresa, portanto, devemos evitá-los.
Procedimentos eficientes  para evitar acidentes de trabalho: seguir as normas de segurança existente, usar EPI´S adequados quando necessário, conscientizar que “eu sou o principal  responsável por minha integridade física”, se auto-policiar com o objetivo de não praticar atos inseguros e procurar sempre sanar, o mais rápido possível, condições inseguras que possam existir em sua área de trabalho.
Fonte: Rede SESMT.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário